10 Peças essenciais na gravidez (para quem quer poupar e estar confortável)

Posted on

Não faltam no mercado opções para quem está grávida, mas é preciso ter em conta que esta é uma fase que dura aproximadamente 9 meses e que não vale a pena fazer grandes investimentos. Há muita coisa no nosso guarda-roupa que podemos e devemos continuar a usar. Por outro lado, insistir em peças que já temos só porque não queremos gastar dinheiro pode também causar desconforto ou ser inadequado para a fase em que nos encontramos. Vê sempre primeiro com uma amiga se há peças que podes reutilizar antes de fazer o investimento.

Toma nota das 10 peças básicas e essenciais:

1. Calçado confortável

A nossa base deve ser sempre confortável, mais ainda quando estamos numa fase em que o nosso peso corporal vai inevitavelmente aumentar e o nosso ponto de equilíbrio oscila bastante. Calçado confortável e respirável, nem muito raso, nem muito alto. Pode ter uma ligeira altura, mas nunca deve ser completamente plano (sabrinas são desaconselhadas, por exemplo).

2. Calças com cintura ajustada

Há quem prefira continuar a usar as suas calças com um adaptador de cintura. É de facto uma boa poupança, mas a partir do segundo trimestre a barriga cresce e dá geralmente um pulo, pelo que é aconselhado utilizar calças que “abracem” e ajustem a barriguinha. O número a escolher é sempre o que já se usava antes de estar grávida, a cintura ajustada é que irá “crescer” com a barriga.

3. Leggings

Mesmo para quem não é fã, na gravidez podem torna-se numa peça de eleição. São práticas e leves e podem ser combinadas com túnicas, vestidos, t-shirts! Podem também ser usadas tanto em casa como na rua, ou seja, uma peça muito versátil e, por isso, uma boa aposta!

4. Vestido

Usa os que já tens, não precisas de comprar novo ou próprio para pré-mamã. Geralmente os vestidos são mais largos na zona da cintura e aqueles que são mais justos são normalmente feitos de tecidos com alguma elasticidade, pelo que continuam a servir perfeitamente.

5. Casaco cintado

Mais para o fim podes ter uma “crise” daquelas em que já não gostas de te ver com nada, principalmente se fores daquelas mamãs que fazem uma barriga grande. O casaco cintado, tipo blazer oversize, ajuda qualquer look a transformar-se num look elegante.

6. Cruzados

Casacos, vestidos ou camisas: se forem traçados vão ajudar (e muito) nesta fase pré-natal. São peças que podem ser usadas durante toda a gestação e depois podem transitar para a fase da amamentação.

7. Soutien adequado

Não é só a barriguinha que cresce! O nosso corpo muda e o peito em particular. Procura um soutien adequado, não tem de ser obrigatoriamente de amamentação nesta fase, mas deve ser confortável e adequado à nova medida e formato do peito.

8. Cuecas de grávida

Não são a peça mais atraente, é certo. Mas as rendas, microfibras e outros materiais devem ser postos de lado nesta fase. Privilegie os interiores em algodão, respiráveis e que possam ser lavados a altas temperaturas.

9. Pijama confortável

Pode parecer redundante ou pouco óbvio. Os pijamas não são, supostamente, todos confortáveis? Sim, à partida. Mas durante a gravidez insistir em continuar a usar os nossos pijamas habituais pode deixar de ser confortável mais para a frente. Atenção ao elástico na cintura ou às camisolas/camisas muito justas. Privilegia também aqui o algodão como matéria-prima principal.

10. Faixa

A faixa é importante, mas só no final do 3.º trimestre e apenas como forma de dar apoio a quem está muito tempo sentada, ou muito tempo em pé, ou a quem sofre de dores nas costas. É, no fundo, um apoio e não deve ser usada nunca para dormir. Informe-te sempre com o teu obstetra antes de adquirir uma faixa.

SOFIA DEZOITO FONSECA
Consultora de Imagem e Fundadora do Healthy Project

ARTIGO PUBLICADO NA REVISTA DE MÃE PARA MÃE

0 Comentários

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.