EDITORIAL: Escolhas que nos definem

Posted on

Foi há 4 anos que a Vânia escolheu começar a escrever as primeiras linhas do seu blog.

Numa Internet cheia de projetos interessantes, o blog da Vânia distingue-se pela naturalidade que lhe é intrínseca. Aquela simplicidade e forma de fazer as coisas com bom gosto que é genuína, honesta e que leva as pessoas a escolherem lê-lo.

Este editorial foi um desafio para a Vânia, um desafio à sua zona de conforto – mas a ideia sempre foi essa. Não foi uma imposição, foi um convite, uma escolha pensada.

O convite foi aceite sem hesitar e este é o resultado: um editorial cheio de boas escolhas.

CASACO FRANCIS STORIES NA FAIR BAZAAR
CAMISA EM LINHO ISTO NA FAIR BAZAAR
CALÇAS BENEDITA FORMOSINHO NA FAIR BAZAAR

És uma pessoa que dá preferência a um estilo simples e confortável. Como foi fotografar para esta sessão?

Sim, tenho um estilo muito simples e minimalista. Às vezes digo que dou mais importância ao que como do que à forma como me visto, até costumo brincar com isso. Embora ache que ambos são importantes para nos sentirmos bem.

De uma forma geral sou uma pessoa tímida, apesar de ter uma presença online, sempre fui muito resistente em partilhar fotografias minhas. Mas, sinceramente, nem pensei em dizer que não a este desafio. Adoro este projeto e acho que tem tudo para dar certo.  

“Depois desta sessão pensei: tenho de fazer isto mais vezes!”

Obrigou-te a sair da tua zona de conforto?

Sim, foi MESMO sair da minha zona de conforto. Mas acredito que é quando saímos da nossa zona de conforto que evoluímos. Depois desta sessão pensei: tenho de fazer isto mais vezes!

O espaço do Parque das Nações foi uma das tuas sugestões para fotografarmos. É um local que gostas de visitar? O que te transmite?

Gosto muito da zona do Parque das Nações. É o local ideal para passear, com o rio Tejo e os espaços verdes. Dá para fazer caminhadas, correr e andar de bicicleta. É um local que me transmite boas energias.

CAMISOLA EM ALGODÃO BIOLÓGICO NAZ NA FAIR BAZAAR
SAIA ANA SEGURADO NA FAIR BAZAAR

“Hoje, já dou por mim a procurar as etiquetas das roupas e a tentar perceber onde determinado artigo foi produzido”

As roupas que usamos nesta sessão são de marcas portuguesas e/ou ecológicas. Preocupam-te as origens daquilo que usas diariamente?

Confesso que essa preocupação tem surgido gradualmente. Sobretudo nesta altura em que se fala cada vez mais sobre sustentabilidade, matérias-primas e comércio justo. Há 4 anos, quando comecei a despertar para um estilo de vida mais saudável, pouco se falava sobre o assunto. Não existiam opções ou muitas marcas. Hoje noto um crescente preocupação e consciência.

Pessoalmente, comecei por ter essa preocupação com a alimentação. Comprar mais a granel, usar menos plástico, substituir alguns produtos por outros mais ecológicos. Hoje, já dou por mim a procurar as etiquetas das roupas e a tentar perceber onde determinado artigo foi produzido. Ainda não deixei de comprar roupa de marcas de “fast fashion”, mas já consigo optar por marcas mais amigas do ambiente.

“Se soubesse o que sei hoje, teria começado o Made by Choices mais cedo”

CAMISA EM LINHO ISTO NA FAIR BAZAAR
PONCHO DE MALHA NATURA

O Blog Made by Choices fez agora 4 anos. Como defines este percurso?

Se soubesse o que sei hoje, teria começado o Made by Choices mais cedo. É um projeto que me realiza e está totalmente alinhado com o meu estilo de vida. O percurso tem sido muito bom. Comecei devagar, mas hoje sinto que está num bom ritmo. Tem chegado a cada vez mais pessoas e sinto que posso ser uma inspiração positiva na vida de alguém. Por outro lado, sinto que tenho uma enorme responsabilidade no que digo, faço e aconselho.

Na altura em que começaste já existiam outras bloggers a fazer um trabalho reconhecido nesta área. Mas isso não te desmotivou. O que achas que levou as pessoas a seguirem o teu trabalho?

No início não é fácil e não há fórmulas mágicas para chegar às pessoas. Comecei por ser eu própria, por partilhar aquilo que gosto e que está alinhado com o meu estilo de vida. O facto de partilhar receitas em vídeo também foi uma diferença. Naquela altura poucas pessoas partilhavam receitas em vídeo. Em 2015, apesar de já existirem outras bloggers a fazer um trabalho reconhecido na área, as redes sociais ainda não tinham atingido o boom que hoje conhecemos. Sinto que, naquela fase, consegui chegar ao meu público através das redes sociais. Hoje é mais difícil. Mas se fores tu própria e acreditares no teu trabalho, tudo se consegue.

“Somos seres humanos, não somos seres perfeitos, e são as nossas imperfeições que nos ligam às outras pessoas. Eu acho que isso inspira mais do que uma imagem perfeita”

CAMISA EM LINHO ISTO NA FAIR BAZAAR
CASACO BORDEAUX NATURA
CHAPÉU JOLIE SU NA FAIR BAZAAR

És muitas vezes convidada a partilhar a tua experiência pessoal. Sentes que és uma inspiração para muita gente?

Sim, de alguma forma sinto que acabo por ser uma inspiração. Uma das minhas características é ser muito honesta, às vezes sem filtros (embora esteja a aprender a lidar com esta impulsividade). Quando não gosto de algo não consigo dizer que gosto. Sinto que as pessoas apreciam isso, a transparência e a honestidade. Daí ter sempre um enorme feedback quando partilho experiências pessoais. Gosto também de mostrar que nem tudo é fácil (e não é!), e isso acaba por criar uma ligação. Somos seres humanos, não somos seres perfeitos, e são as nossas imperfeições que nos ligam às outras pessoas. Eu acho que isso inspira mais do que uma imagem perfeita.

CAMISA XANDREZ COM BORDADO NATURA
CALÇAS BENEDITA FORMOSINHO NA FAIR BAZAAR
CHAPÉU JOLIE SU NA FAIR BAZAAR

É possível viver em exclusivo de um blog?

Não diria viver do blog ou das receitas que ele gera com as visitas. Mas é possível viver do projeto que crias à volta de um blog. Podemos estabelecer parcerias com marcas, fazer consultoria, workshops, showcookings, ter posts remunerados no blog e nas redes sociais ou criar produtos teus como livros e outros. O mais incrível de trabalhar online com um blog são as infinitas possibilidades que esse projeto te pode dar.

A tua formação base é a naturopatia. Ainda aplicas esses conhecimentos no trabalho que desenvolves hoje em dia?

Não aplico no contexto clínico, pois já não dou consultas. Mas aplico os conceitos base de alimentação (sazonalidade, comer uma maior quantidade de alimentos in natura e pouco processados) e de estilo de vida. Tento viver uma vida alinhada com o que faz sentido para mim: corpo, mente e espírito, onde incluo práticas de meditação, algum jejum, exercício físico e boa gestão dos meus níveis de stresse (que nem sempre é fácil).

“Tento dar sempre o meu melhor tanto na informação que transmito como nas receitas que partilho”

Ter um blog vegetariano é um desafio maior? Sentes que o público é mais exigente?

É um desafio sim, sobretudo porque não uso nenhum ingrediente de origem animal nas minhas receitas. Fazer bolos sem ovos, açúcar ou farinha de trigo é bem desafiante! Não diria que o meu publico é mais exigente, mas sim consciente em todas as questões da alimentação saudável. Então tento dar sempre o meu melhor tanto na informação que transmito como nas receitas que partilho. Mas sei que 70% do meu público nem é vegetariano e isso é espetacular, poder chegar a essas pessoas.

JUMPSUIT EM LÃ RHUMAA NA FAIR BAZAAR
CASACO PRETO COM PELO NATURA

“Tenho fases que gosto de partilhar mais, outras que estou mais no meu mundo e por isso partilho apenas o essencial. Sinto que precisamos ser mais nós e menos o que os outras esperam de nós”

Apesar do que fazes, és uma pessoa que não se expõe muito nas redes sociais e és a prova de que é possível ter sucesso sem o fazer. Foi uma estratégia que traçaste desde início? Porquê?

Eu tento conciliar as duas coisas. Expor a minha vida, mas não demasiado. Tem fases que até faço “detox digital” por sentir que me envolvo muito com as redes sociais. Não tenho nenhuma estratégia, simplesmente partilho aquilo que acho que irá agregar valor. Tenho fases que gosto de partilhar mais, outras que estou mais no meu mundo e por isso partilho apenas o essencial. Sinto que precisamos ser mais nós e menos o que os outras esperam de nós.


JUMPSUIT EM LÃ RHUMAA NA FAIR BAZAAR
LONG SLEEVE BASEVILLE NA FAIR BAZAAR

A fotografia é outra das tuas grandes paixões. Essa paixão nasceu com o blog ou já existia?

Nasceu com o blog. Nunca na vida pensei em fotografar comida e hoje sou apaixonada por fotografia de comida! Acho que isso está ligado ao meu lado criativo. Sou capaz de passar dias a fotografar e nem dou pelo tempo passar (só quando tenho de lavar a loiça!).

Tens um livro publicado, “As 5 cores da cozinha saudável”. Como surgiu essa possibilidade? Este projeto foi importante para consolidar o trabalho que tens vindo a fazer?

Surgiu em 2016, precisamente um ano depois de ter o blog. Nunca em tempo algum pensei publicar um livro! Surgiu por convite: recebi um e-mail da editora para uma reunião e começou por aí. Eu sinto que o livro veio consolidar o trabalho que faço, sim. Abriu sem dúvida mais portas e permitiu que o meu projeto chegasse a mais pessoas.


CASACO FRANCIS STORIES NA FAIR BAZAAR
CAMISA EM LINHO ISTO NA FAIR BAZAAR
CALÇAS BENEDITA FORMOSINHO NA FAIR BAZAAR
BOTAS PALLABOSS

“O próximo passo é tornar o Made by Choices numa empresa”

Que conselhos darias a quem está agora a começar um blog e quer atingir o sucesso rapidamente?

Primeiro, tirar da ideia que é possível atingir o sucesso rapidamente. Isso não existe. É preciso gostar de escrever e, ter um blog, é um trabalho de partilha. Por isso também é importante partilhar com um maior número de pessoas. Ter consistência na produção de conteúdos de que é preciso ter qualidade. O resto vem naturalmente e com o tempo.

Como vês o Made by Choices daqui a 4 anos?

Como um site e um portal de pesquisa. O próximo passo é tornar o Made by Choices numa empresa e criar mais produtos e serviços.

STYLING | SOFIA DEZOITO FONSECA (HEALTHY PROJECT)
FOTOGRAFIA | VANESSA SALVADO
MODELO | VÂNIA RIBEIRO (MADE BY CHOICES)
AGRADECIMENTOS | NATURA | Baseville – Jolie Su – Naz – Benedita Formosinho – Francis Stories – ISTO – Ana Segurado – Rhumaa –»» tudo na FAIR BAZAAR

0 Comentários

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.