O regresso

Posted on
Esta foto foi tirada há mais ou menos um ano, já com uma barriguinha jeitosa 🙂

Estamos de volta. Foram alguns meses de ausência e por uma boa causa: abraçar a maternidade em pleno. O plano inicial era continuar digitalmente ativa, mas isso não aconteceu. Simplesmente porque não tive grande vontade, a verdade é essa. Uma preguiça consciente e não muito difícil de lidar (não sou a maior fã dos meios digitais, embora reconheça que é difícil fugirmos deles hoje em dia e mais ainda se queremos ter um projeto nosso que vingue neste mundo!).

Admiro verdadeiramente quem consegue fazer tudo: viver todas as emoções de um pós-parto e ainda continuar a desenvolver conteúdos diariamente. É de louvar, mesmo! Mas eu não sou essa pessoa e preciso de muito tempo em modo “bicho”, na minha concha, dedicada apenas ao meu mundinho.

E vivo bem com isso, não me deixo levar pela ansiedade (bom, se calhar devia!), é-me fácil fazer o reset digital. Claro que penso que, muito provavelmente, teria um projeto mais consolidado nesta altura, teria mais seguidores, mais clientes, mais reconhecimento. Mas acredito que isso virá a seu tempo. E agora que já voltei também à rotina do trabalho ainda dou mais valor a essa decisão pouca refletida na altura. Foi bom enquanto durou, mas agora acabou. Acho até que há uma música assim.

Voltar à rotina é bom, saímos daquela bolha em que vivemos meses a fio a mudar fraldas, a dar mama, a embalar, só dedicadas àquele pequeno ser. Voltar à rotina é reencontrar pessoas, é voltar à realidade e relembrar que, ok, agora sou mãe, mas continuo a ser socialmente ativa. Que bom! E, bem, uma semana depois já não é assim tão bom. Temos mais sono e o risco de ficar mais rabugenta do que um bebé começa a tornar-se grande.

Mas é assim mesmo. Como me dizia a Marta Ferreira, a Martilicious, custa-nos mais a nós do que a eles. E é mesmo verdade.

Para breve: um post para ajudar as mães desta vida a continuarem a ser mulheres bonitas e a sentirem-se sempre bem consigo mesmas 🙂

0 Comentários

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.