Editorial: Em estado de graça

Posted on

O regresso aos editoriais assinala-se com um tema muito familiar por estes lados: a maternidade. Foi quase por acaso. Uma amiga criou há pouco uma marca de lingerie e a Filipa, locutora da Mega Hits e que sempre foi uma pessoa super disponível, está grávida pela segunda vez e aceitou prontamente o convite.

Mesmo estando já no final da gravidez, mesmo estando um dia de chuva que convidava a mantas e sofá, mesmo tendo o filho doente nesse dia. Foi uma sessão intimista, entre mulheres, quase todas mães, em que se partilharam histórias e experiências, ao mesmo tempo que se captava a cumplicidade e a beleza que se vive neste estado de graça.

Estás na fase final da tua segunda gravidez. Como foi fazer esta sessão fotográfica?

Foi tranquilo. Não sou modelo nem acho que tenha particular jeito para ser fotografada, mas quando estamos a trabalhar com as pessoas certas e num projeto no qual acreditamos, tudo flui e sai natural. E para mim, o natural é sempre o mais bonito.

Para lá da fotografia em lingerie, está uma barriga de grávida que vou gostar de recordar

ROBE, SOUTIEN DE AMAMENTAÇÃO EM RENDA E CUECA EM RENDA | I AM MOM

Fotografar em lingerie, e estando grávida, foi um desafio maior?

Nem por isso. Sei que vou valorizar muito mais estas fotografias depois de ter a bebé, porque, para lá da fotografia em lingerie, está uma barriga de grávida que vou gostar de recordar.

Nesta sessão fotografamos exclusivamente com marca portuguesas. Procuras ter essa preocupação nas tuas escolhas diárias?

Sempre. A partir do momento em que estamos informados sobre o funcionamento da indústria têxtil, passamos a ter ainda mais responsabilidade enquanto consumidores. Seria hipócrita dizer que não compro em marcas de fast fashion ou com produção feita em países subdesenvolvidos, mas tento não o fazer por sistema e procuro sempre alternativas dentro do mercado nacional e local, mesmo que sejam mais caras. Compensa sempre.

KIMONO | VINTAGE FOR A CAUSE
SOUTIEN DE AMAMENTAÇÃO EM RENDA | I AM MOM
CUECA EM RENDA | I AM MOM
BANDOLETE | CATA VASSALO

Sentes que no mercado há falta de opções para as grávidas e recém mamãs se sentirem mais bonitas?

Sinto. Talvez porque para as grandes marcas este seja um nicho que não se fideliza mais de nove meses. No entanto, posso garantir que, se há coisa que as grávidas e as recém-mamãs valorizam, é essa atenção pelo seu estado “de graça”, o que as torna consumidoras muito atentas ao detalhe.

No fundo, todas sabemos que a perfeição não existe mas a aspiração a uma maternidade perfeita parece estar sempre presente

Nem sempre é fácil sair de casa maquilhada e vestida a condizer, mais ainda quando há crianças pequenas. Consideras que na sociedade há essa pressão de estarmos sempre bonitas e bem cuidadas VS a realidade de nos sentirmos muitas vezes frustradas com essa expetativa?

Acho que essa pressão depende muito de como queremos – ou por quem queremos – ser influenciadas. No fundo, todas sabemos que a perfeição não existe mas a aspiração a uma maternidade perfeita parece estar sempre presente. Para mim, o ideal é descontrair em todas as vertentes da maternidade, seja a lidar com as birras, seja a descomplicar um outfit por falta de tempo.

KIMONO | VINTAGE FOR A CAUSE
LINGERIE EM RENDA | I AM MOM

A maior parte das mães admite não ter muito tempo para si. Tu trabalhas na rádio e és requisitada para muitos eventos. Como consegues gerir o teu tempo?

Com ajudas, não há como negar. O facto de ter os meus pais a viver perto e a minha avó ainda super capaz de tratar do bisneto  (é, aliás, a pessoa favorita do meu filho!), permitem-me alguma flexibilidade. Tento não abusar, mas tenho perfeita noção de que não faria metade das coisas se não tivesse este suporte familiar.

Aprendi a fazer dessa exposição uma expansão da minha voz. Agora a minha mensagem chega ainda a mais gente

ROBE, SOUTIEN DE AMAMENTAÇÃO EM RENDA E CUECA EM RENDA | I AM MOM

És uma comunicadora nata, mas admites ser uma pessoa tímida e reservada. Num mundo em que as redes sociais são sinónimo de uma maior exposição, é fácil para ti lidar com isso?

Agora já é, mas de início não foi. A exposição excessiva ainda me faz confusão porque nunca sabemos ao certo as verdadeiras intenções de quem está “do outro lado”. Um dos motivos que me fez ir para a rádio foi achar que ninguém me ia reconhecer em lado nenhum. Mas, entretanto, a rádio entrou pelo digital adentro e tudo mudou, e para melhor. Aprendi a fazer dessa exposição uma expansão da minha voz. Agora a minha mensagem chega ainda a mais gente, tenho ainda mais poder para influenciar para as causas e outros interesses que considero relevantes.

Sendo uma figura pública deves ser abordada por muitas marcas. Quais os critérios que tens para divulgar/promover uma marca?

Identificação total com a marca. Não me passaria pela cabeça promover algo que não gosto, que vai contra aquilo em que acredito ou simplesmente por dinheiro.

Exercício físico, boa alimentação, meditação, são tudo coisas que nos ajudam a estar em forma durante a gravidez e, mais importante ainda, a voltarmos a essa forma depois do parto

És uma pessoa que gosta de estar em forma. É fácil para ti lidares com as mudanças que a gravidez traz ao corpo de uma mulher?

Mentia se dissesse que sim. As alterações físicas são tantas e tão repentinas que fica difícil de lidar. Não sou o tipo de mulher que adora estar grávida porque pode dizer que “não está gorda”. Para mim a mente sana só faz mesmo sentido dentro de um corpo são, e se há altura da vida em que queremos estar o mais saudáveis possível, é durante uma gravidez. Exercício físico, boa alimentação, meditação, são tudo coisas que nos ajudam a estar em forma durante a gravidez e, mais importante ainda, a voltarmos a essa forma depois do parto.

KIMONO | VINTAGE FOR A CAUSE
BANDOLETE | CATA VASSALO
LINGERIE EM RENDA | I AM MOM

Como está a ser passar novamente por esta fase tendo já outro filho? Esta é uma gravidez mais difícil ou mais fácil por já conheceres todas as fases do processo?

É mais fácil lidar com as alterações físicas e hormonais e os desconfortos da gravidez, na medida em que já os conheço e são expectáveis. Mas é muito mais difícil gerir a questão do cansaço ou aproveitar ao máximo a gravidez, porque estou bastante ocupada com o bebé grande. O lado bom é que tudo passa mais rápido nesta fase e cheguei aos oito meses num instantinho.

Outra coisa que diria (a uma mãe com dificuldade em amamentar): se está a correr mal a culpa não é tua! O leite não é fraco, não é pouco nem é mau

És uma defensora da amamentação. O que dirias a uma mãe com dificuldade em amamentar?

Que procure ajuda porque elas existem e são boas. Uma Consultora de Lactação ou uma amiga que amamentou sem problemas podem ter as dicas perfeitas. Outra coisa que diria a essa mãe: se está a correr mal a culpa não é tua! O leite não é fraco, não é pouco nem é mau. Na maioria das vezes é o próprio bebé que, por ser ainda tão imaturo, não sabe como mamar. Mas estamos cá para o ensinar. O bebé é um ser-humano, não é uma coisa, ou um robot programado. Temos que o criar ao seu ritmo e, como eu digo sempre, vai correr tudo bem.

Esta será a última vez que te vemos grávida?

Ahahah! Não me parece.

STYLING | SOFIA DEZOITO FONSECA (HEALTHY PROJECT)
FOTOGRAFIA | VANESSA SALVADO
MODELO | FILIPA GALRÃO
AGRADECIMENTOS | THE ONE PALÁCIO DA ANUNCIADA | I AM MOM LINGERIE | CATA VASSALO | VINTAGE FOR A CAUSE | LUPA DESIGNERS SHOP

0 Comentários

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.